Policial

Morre o jovem Ibison

 

Fonte: Dario Miguel / Band FM

 

O jovem santa-cruzense Ibison Caetano, 13, faleceu no final da tarde deste domingo, 6, no Hospital Estadual em Bauru-SP vítima de uma parada cardíaca. Ele estava internado há alguns dias para tratar de uma infecção. Ibison vivia acamado há cerca de dois anos, praticamente sem movimentos, devido as sequelas de um afogamento. Seu sepultamento será realizado amanhã, pela manhã, no cemitério de Santa Cruz do Rio Pardo.

Ibison, o Guerreiro

Em outubro de 2019, quando tinha 11 anos de idade, Ibison sofreu um acidente quando brincava na piscina de sua casa no bairro da Graminha, em Santa Cruz.

O garoto ficou mais de 20 minutos submerso, antes de ser encontrado pelos pais e posteriormente receber o atendimento da equipe do Samu, que conseguiu reanimá-lo.

A batalha de Ibison pela vida apenas começava. O adolescente foi transferido para Marília devido a gravidade de seu estado de saúde. De acordo a família, a morte do garoto chegou a ser constatada no Hospital, porém, minutos depois, Ibison voltou a respirar, surpreendendo inclusive os médicos. Nascia alí o apelido de Guerreiro.

As sequelas do acidente foram graves e, desde então, Ibison dependia de cuidados especiais e dedicação total da família.

Ibison, que era atleta do Clube Atlético Santacruzense (CAS), deixa pai, mãe e duas irmãs.

 

 

Jovem de 22 anos morre em acidente na SP 225

VER NOTÍCIA

Briga por som alto termina em “facãozada” na Vila Divinéia

VER NOTÍCIA

PMR faz apreensão de mais de 250 mil maços de cigarros em Santa Cruz

VER NOTÍCIA