Revista

MEI tem até 31 de agosto para regularizar dívidas

 

 

Para evitar que as dívidas sejam cobradas na justiça, o MEI precisa quitar ou parcelar seus débitos até o fim deste mês.

Regularizando sua situação até 31/8, o MEI evitará a cobrança judicial da dívida inscrita e outras consequências como: deixar de ser segurado do INSS, perdendo assim os benefícios previdenciários, tais como aposentadoria, auxílio doença, dentre outros; ter seu Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) cancelado; ser excluído dos regimes Simples Nacional e Simei pela Receita Federal, Estados e Municípios; ter dificuldade na obtenção de financiamentos e empréstimos; entre outras.

A partir de setembro, a Receita Federal encaminhará os débitos apurados nas Declarações Anuais Simplificadas para o Microempreendedor Individual (DASN-Simei) não regularizados para inscrição em Dívida Ativa. Essa dívida será cobrada na justiça com juros e outros encargos previstos em lei.

Mais informações em https://bit.ly/3lCe4Bl .

O Posto Sebrae Aqui, localizado na ACE (Associação Comercial e Empresarial), de Santa do Rio Pardo está à disposição para esclarecimento de dúvidas e demais serviços relacionados aos microempreendedores individuais. 

 

 

Vem aí a primeira “Feijoada do Copa”

VER NOTÍCIA

Fabiana e sua filha Eloá as vencedoras no “Mamãe Bebê ACE 2024”

VER NOTÍCIA

Special Dog Company promove ‘Yakisoba do Lar’ em prol do Educandário O Lar da Criança

VER NOTÍCIA