Policial

Mãe e padrasto são presos após condenação por estupro de vulnerável em Santa Cruz do Rio Pardo

 

 

Dário Miguel: Rádio 104 FM / Diário Cidadão

 

A.L.S, de 35 anos de idade, e A.L.O.M, de 39, foram presos nesta quinta-feira, 21, pela Polícia Civil de Santa Cruz do Rio Pardo após serem condenados pelo estupro de uma adolescente ocorrido em 2012. Mãe e padrasto da vítima, respectivamente, eles receberam penas que, somadas, ultrapassam os 25 anos de cadeia.

Há nove anos, quando o caso foi denunciado pelo Conselho Tutelar, descobriu-se que uma garota menor de 14 anos de idade era induzida pela própria mãe a praticar sexo com seu companheiro. Além disso, mãe e padrasto também praticavam sexo na frente da adolescente.

Passada quase uma década, a mãe acabou condenada a 7 anos, 10 meses e 15 dias de reclusão em regime fechado. A mulher já foi encaminhada para o presídio de Tremembé-SP. O padrasto, que atualmente trabalha como operador de máquinas, foi condenado a 18 anos, 4 meses e 15 dias de reclusão, também em regime fechado. Ele foi direcionado para o presídio de Iaras-SP.

Toda a investigação foi conduzida pela equipe da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), sob o comando da delegada Isabel de Oliveira Bertoldo.

 

 

PMR apreende produtos de eletrônicos em veiculo Ônix durante operação em Santa Cruz

VER NOTÍCIA

PMR apreende mais de duas toneladas de maconha em Santa Cruz

VER NOTÍCIA

“O Frei agiu como um cidadão de bem, não sei porque ele está sendo transformado nesse monstro” diz advogado

VER NOTÍCIA