Saúde

Nutricionista alerta: excesso de chocolate pode desencadear crise de labirintite

 

 

Estamos nos aproximando da data mais doce do ano, a Páscoa. A oferta de chocolate é grande e o consumo tende a aumentar. Mas você sabia que comer essa delícia em grande quantidade pode desencadear uma crise de labirintite, entre outros problemas de saúde? O excesso de açúcar pode causar a hiperglicemia, um dos fatores de risco da doença. 

De acordo com Adriana Matinhão (foto), nutricionista do Sistema Hapvida, além de ser um alimento muito calórico, o excesso de chocolate pode causar ainda problemas digestivos como sobrecarga do fígado, enjoo, náuseas e refluxo. A longo prazo, ele contribui para o aumento do colesterol, triglicérides, gordura no fígado, e até diabetes tipo 2. “Em qualquer época do ano, a melhor opção é o chocolate amargo, acima de 60% de cacau. Ele tem menos açúcar, e possui teobromina, uma substância presente no cacau, que tem propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias”.

Mas qual seria a medida ideal de chocolate que uma pessoa pode comer por dia? A nutricionista explica que, em geral, tudo depende de como é a alimentação dessa pessoa, mas ao consumir de 15 a 30g por dia é possível matar a vontade sem prejudicar a saúde. “Outra dica é observar na embalagem dos chocolates, a lista de ingredientes. O ideal é que os primeiros itens escritos sejam massa de cacau e manteiga de cacau, e não açúcar”, explica. E para quem acha que chocolate não vicia, aí vai um recado. “Quando comemos chocolate, acontece a liberação de hormônios associados à sensação de prazer, além do aumento de glicose no sangue e cérebro, que dá impressão de energia. Toda essa sensação boa, junto com o sabor, gera o desejo de repetir a dose”, finaliza a especialista.

 

 

Secretaria de Saúde realiza nebulização em Santa Cruz

VER NOTÍCIA

Combate a Dengue: Prefeitura de Santa Cruz realiza mutirão de limpeza, confiras as datas

VER NOTÍCIA

Santa Cruz registra 21 casos positivos de dengue, Eldorado e Centro os locais mais afetados

VER NOTÍCIA