Entretenimento

Santa Cruz se transforma em encantador cenário de filmes natalinos

 

 

Em todo lugar, o Natal é uma época especial de surpresas, presentes e transformações, mas em Santa Cruz do Rio Pardo ele é muito mais do que isso: o Natal é tema de filmes gravados na própria cidade.

            Desde o fim da pandemia, em 2021, a localidade se transformou em uma espécie de Hollywood interiorana e essa façanha se deve ao Centro Cultural Special Dog, uma instituição sem fins lucrativos que, desde 2012 promove, gratuitamente, as mais diversas formas de iniciação artística e cultural, fomentando novos talentos e sensibilidade em adultos e crianças.

            A história de fazer filmes numa cidade do interior e com atores inexperientes, por si só, já daria um filme, mas esse projeto começou pela necessidade de continuar apresentando arte, num momento pós-pandemia, em que todos estavam começando a voltar às atividades de rotina.

            Desde a fundação, o Centro Cultural vem realizando suas tradicionais cantatas de Natal, mas a partir do início da pandemia, em 2020, os alunos precisaram ser mantidos à distância e as apresentações públicas foram suspensas, represando o enorme potencial criativo dos seus artistas.

            “Quando a pandemia cessou e as coisas estavam começando a voltar ao normal, percebemos que não íríamos conseguir realizar uma cantata natalina a tempo, então tivemos a ideia de produzir um curta-metragem com o tema de Natal, convidando nossos alunos para estrearem a produção”é o que conta a diretora do Centro Cultural Special Dog, Juliana Manfrin.

            A ideia era animadora e todos estavam muito dispostos, mas ninguém imaginava que um projeto tão singelo pudesse se transformar numa encantadora produção cinematográfica.

            A roteirista Luciana Gonçalves foi contratada e a história foi criada em um curtíssimo prazo.

            “Sempre adorei filmes natalinos e sou fã das produções dos norte-americanos que são experts nesse gênero, por isso vibrei com essa incrível oportunidade e corri escrever o roteiro. Na criação, eu levei em consideração o fato de que todos os personagens da história seriam amadores que nunca haviam interpretados papéis. Então, coloquei a história na voz do Papai Noel. Assim, poderíamos contar com um ator profissional para fazer a narração interpretativa.” – conta Luciana, sem esconder a emoção que ainda sente com a sua história.

            Depois foi a vez de escolher o diretor do filme e foi nesse momento da história que o projeto ganhou proporções gigantescas. Experiente profissional, com mais de duas décadas de atuação no cinema publicitário, Telso Accioli Freire leu o roteiro e viu o potencial da produção, animando-se a ponto de movimentar a cidade inteira para criar os cenários das gravações e preparar o grande elenco figurante.          Assim começava a nascer o primeiro filme produzido pelo Centro Cultural Special Dog.

Num período de 3 meses, o roteiro foi escrito; o elenco foi montado; o filme foi gravado e editado. Atores amadores e figurantes foram selecionados e ensaiados nas salas do Centro Cultural e nas ruas de Santa Cruz do Rio Pardo, cujos espaços e praças também serviram de cenário para a trama natalina, cuidadosamente preparada por produtores, assistentes, cenógrafos, figurinistas e decoradores.

 A trilha sonora, composta pelo músico e arranjador, Maurício Gaetani foi gravada pelos alunos e cantores aprendizes da instituição, dando um toque muito especial à produção.

O bem sempre retorna” é o nome desse tocante curta metragem, gravado na cidade de Santa Cruz do Rio Pardo, cujos personagens principais são três crianças e um pipoqueiro que vivem uma delicada história protagonizada nos três dias anteriores ao Natal. O enredo é sobre como a sensibilidade de uma criança pode mudar para sempre o destino de um homem idoso, desencantado com os rumos de sua vida após a pandemia.

Com a participação especial do consagrado ator brasileiro Leonardo Medeiros, que conta a história narrando a voz do Papai Noel, o curta tem a estreia dos atores Breno Ryan Sesca (Pedro), Julia Moraes Cordeiro (Carol), Raissa Martins Pedroso (Rafa), Oswaldo Eugênio (Seu João) e Mário Manfrin (Papai Noel).       Joel Jota Junior assina a montagem do filme que tem a direção executiva de Juliana Manfrin; a direção de fotografia de Francisco Cobra e a direção de Produção de Daniel Oliver Simpson.

            Com a participação de mais de 50 figurantes, o elenco foi preparado pelos artistas Jorge Reynaldo Puebla e Ana Bueno Abe.

            Depois da estreia nos festejos natalinos de 2021, “O bem sempre retorna” já foi assistido por milhares de pessoas que até hoje se emocionam com a linda história das crianças que queriam transformar o velho pipoqueiro da escola no Papai Noel da cidade.

            Neste ano, o filme começa a participar dos festivais de curtas-metragens nacionais e continua sua trajetória de emoções natalinas, via internet.

 

 

“A SEMENTE DE NATAL” – Em 2022 nasce o segundo curta-metragem do Centro Cultural Special Dog

 

            Só até aí, a história já seria incrível, mas a melhor parte começou a acontecer na semana seguinte à estreia de “O bem sempre retorna”.

            Ainda emocionados com a experiência de fazer um surpreendente filme e apresentá-lo à platéia, a céu aberto, num espaço público da cidade, como um verdadeiro “Cinema Paradiso”, os produtores e realizadores se entreolharam e logo surgiu a pergunta que não queria calar: – Por que não fazemos outro filme para o Natal do ano que vem?

            E foi assim que tudo recomeçou!

            Agora com mais expertise, o Centro Cultural Special Dog começou a se organizar com a nova execução e a mesma equipe de profissionais passou a criar e produzir o segundo curta-metragem.

            Assim, em julho deste ano, “A Semente do Natal” saiu do papel e foi para o set de gravações.

            Totalmente gravado na cidade de Santa Cruz do Rio Pardo, o filme é sobre um avô que desperta o desejo de plantar árvores em sua netinha ao contar a ela sobre suas aventuras de infância, época em que viveu grandes apuros escolares, colocando em risco até mesmo a vinda do Papai Noel à sua casa.

            A história tem flashbacks do passado e por isso, a produção teve que se esmerar para recuperar a cenografia e os figurinos de outra época: os anos 80. Além desse feito, a grande estrela do filme é o ator Leonardo Medeiros que agora veio pessoalmente emprestar todo seu talento e experiência para viver o protagonista da história: Fred, o avô.

            O segundo papel principal, representado pela netinha Gigi, é vivido por Marcela Passianoto e o terceiro personagem da história, o Fred criança, é protagonizado por Alberto Yudi Ínigo Nishimura – dois alunos do Centro Cultural que saíram de suas rotinas interioranas para estrear no mundo do cinema, sem

qualquer experiência dramática anterior e que agora irão surpreender as plateias com a beleza de suas atuações.

Com história e roteiro de Luciana Gonçalves e direção de Telso Accioli Freire, o filme tem a montagem assinada por Joel Jota Junior, a direção de fotografia de Chico Cobra e a produção de Daniel Oliver Simpson. A Direção Musical e a sonoplastia têm a grife do músico e compositor carioca, Maurício Gaetani, a direção executiva de Juliana Mafrin e a participação especial de Mário Manfrin, protagonizando o encantador Papai Noel.

            Fomos aprendendo a fazer cinema e nos encantamos com a sétima arte. Agora, o Centro Cultural também é cinematográfico e temos muitas surpresas preparadas para 2023, quando comemoraremos 10 anos da nossa fundação. Uma das novidades é a criação de um Festival de Cinema Local aberto a todos que quiserem produzir um curta metragem e participar. Já que incorporamos tão bem Hollywood, por que não recriar uma “Cannes” do interior? – brinca Juliana Manfrin, a diretora do Centro Cultural que para o ano que vem já está planejando até uma grande oficina de produção cinematográfica gratuita ao público e apresentada pelos profissionais que integram a equipe de filmagem dos curtas-metragens.

            É só esperar para ver e se apaixonar ainda mais pelo Natal!

 

 

 

Projeto Orquestra de Câmara está de casa nova

VER NOTÍCIA

Secretaria de Cultura de Santa Cruz realiza oficina de “Poesia na Prática”

VER NOTÍCIA

Tradicional encenação da Paixão de Cristo será realizada nesta sexta-feira com apoio da prefeitura

VER NOTÍCIA