Entretenimento

BATUKA FEST – O Primeiro festival de percussão e bateria do Centro Cultural Special Dog

 

 

O universo da percussão é repleto de ritmos e são essas infindáveis variações que dão às músicas a ginga que tanto contagia e atrai o público, seja para curtir, seja para dançar.

                        Rico de instrumentos, técnicas e estilos, o mundo percussivo tem uma amplitude tão marcante que merece uma verdadeira imersão dos músicos que nasceram dotados para o talento rítmico. E é isso que o Centro Cultural Special Dog preparou para os amantes do ritmo.

                        “Batuka Fest” é o Primeiro Festival de Percussão e Bateria que a instituição lança com o objetivo de proporcionar quatro dias de intensas atividades musicais, proporcionando um profundo aprendizado dos instrumentos rítmicos, bem como a vivência ao lado de diferentes músicos especialistas nos respectivos instrumentos.

                        O Festival acontece nos dias 30 e 31 de agosto e 1 e 2 de setembro, com intensa programação de aulas e apresentações em vários períodos do dia. E o espaço não podia ser mais especial! Juntamente com o lançamento do Primeiro Festival, vem também a inauguração da nova Sala de Bateria e Percussão que o Centro Cultural acaba de construir.

                        “É um sonho poder inaugurar nossa nova sala trazendo o universo da cultura percussiva para dentro do Centro Cultural. Temos muitos talentos despontando na bateria e na percussão e essa é uma maneira de ampliar ainda mais os horizontes desses talentosos alunos” – é o que afirma Juliana Manfrim, Diretora do Centro Cultural Special Dog,

                        Estudantes ou simples apaixonados pelo ritmo, a partir dos 8 anos, podem participar, gratuitamente, bastando aperas que se inscrevam através do site do Centro Cultural Special Dog (https://www.centroculturalspecialdog.com.br/), já que as vagas são limitadas.

 

                        O professor que está coordenando as atividades do Batuka Fest é Bruno Machado, músico formado pela Unimes de Santos, com pós-graduação em Percussão Popular pela Universidade Santa Marcelina. Professor de bateria, percussão e prática de repertório do Centro Cultural, Bruno atua nessa área há 18 anos e já tem experiência produzindo Festival de Percussão e Bateria.

                        “É uma grande alegria poder realizar esse evento, levando muito aprendizado e vivência no meio percussivo para os participantes, através das masterclasses e das apresentações. Nesse primeiro Festival, nosso grande diferencial será a masterclass de performance que vai agregar um conhecimento novo para os músicos” – é o que nos conta o professor Bruno, bastante animado com a realização.

                        Para abrilhantar ainda mais a interessante programação, o Batuka Fest vai receber um convidado muito especial: Rodrigo Maninonio, baterista integrante do corpo docente e da Big Band do renomado Conservatório de Tatuí além dos profissionais Reynaldo Puebla e Ana Abe que ministrarão Masterclass de performance.

                        Além de experiente músico, Rodrigo tem em seu currículo importantes apresentações ao lado de nomes como Hector Costita, Mauro Senise, Gilson Peranzzetta, Miles Osland (EUA), Leny Andrade, Pery Ribeiro, Raul de Souza, Adam Rappa (EUA), Vittor Santos, Jorginho Trompete, Nailor Azevedo “Proveta”, Altair Martins, Rafael Rocha, Altamiro Carrilho, Humberto Araújo, Vinicius Dorin e Eduardo Neves.  Em sua carreira, Rodrigo também tocou com Dori Caymmi e Banda Brasil Instrumental, Rosa Passos e Big Band. Recentemente, lançou o disco “Pelos Ares” do compositor Rafael Piccolotto de Lima e Orquestra Urbana e Relatos Suburbanos com a Banda Urbana

                        Internacionalmente, o Rodrigo Maninonio se apresentou no Copenhagen Jazz Festival (Dinamarca), com KVB na Universidade de New Orleans (EUA) encontros de Flautistas em Lima (Peru), com a Banda Urbana na Rutgers University(EUA), New York University(EUA), e no festival Jazz a la Calle na cidade de Mercedez (Uruguai).  Também realizou concertos com a Brasil Jazz Sinfônica, acompanhando, Gilberto Gil, Carlinhos Brown, Margareth Menezes e Wilson Simoninha.   Atualmente, o músico integra o Coletivo Orquestral sob coordenação do Mário Campos, Leo Ferrarini Trio, JP4tet, e Felipe Brisola Sexteto, Banda Urbana e Orquestra Urbana. 

                        Com inscrições gratuitas e aberto a toda população de Santa Cruz do Rio Pardo e região, o Batuka Fest acontece nos dias 30 e 31 de agosto e 1 e 2 de setembro, com uma intensa programação.

                        Dia 30 de agosto, às 15 horas, acontece a abertura do Festival, com a apresentação do Grupo de Percussão do Centro Cultural Special Dog. No mesmo dia, das 15h15 até as 18 horas, será oferecido um Masterclass de Hibridismo na Percuteria, com Bruno Machado. E às 20 horas, o dia encerra com o show do Quarteto Pererê.

                        No dia seguinte – 31, das 15h às 18h, acontece o Masterclass de Hibridismo na Percuteria, com Bruno Machado e a programação finaliza com o Masterclass Performance para Bateristas e Percussionistas, com o Professor Reynaldo Puebla e a assistente Ana Abe.

                        Dia 1 de setembro, a abertura fica por conta do Batuka Orquestra de Baterias e a partir das 15h30, até as 18 horas, os inscritos poderão participar do Masterclass de Bateria com Rodrigo Marinonio.

                        No dia 2 de setembro, das 9h às 12h, acontece mais um Masterclass de Bateria com Rodrigo Marinonio e às 14 horas ocorre o encerramento do festival com a apresentação dos alunos.

                        O “Batuka Fest” chega fazendo muito barulho na cidade para contar uma nova história rítmica do Centro Cultural Special Dog e as próximas edições já começam a ser sonhadas.

 

 

Projeto Orquestra de Câmara está de casa nova

VER NOTÍCIA

Secretaria de Cultura de Santa Cruz realiza oficina de “Poesia na Prática”

VER NOTÍCIA

Tradicional encenação da Paixão de Cristo será realizada nesta sexta-feira com apoio da prefeitura

VER NOTÍCIA