Região

Ricardo Madalena celebra reinauguração da ponte pênsil de Chavantes: “Recuperamos uma parte da nossa história”

 

 

A ponte pênsil “Alves de Lima”, que liga os municípios de Chavantes-SP e Ribeirão Claro-PR, será reinaugurada oficialmente nesta sexta-feira, dia 20 de outubro. Três anos após o incêndio que destruiu a estrutura, uma cerimônia irá acontecer na Câmara Municipal de Chavantes para marcar a entrega da obra de revitalização que custou cerca de R$ 6 milhões.

A conclusão dos trabalhos foi comemorada pelo Deputado Estadual Ricardo Madalena (PL), representante da região, que atuou intensamente junto ao Departamento de Estradas e Rodagens (DER) para que houvesse celeridade no processo de reforma. “Recuperamos uma parte da nossa história. A ponte pênsil tem um grande valor cultural, arquitetônico e turístico. Por isso, não medimos esforços para intermediar essa demanda”, declarou Madalena. A restauração da ponte envolveu os governos do Paraná e de São Paulo. Uma empresa paulista venceu a licitação e realizou a obra, já que do lado paranaense não houve interessados.

Madalena iniciou as interlocuções com o DER pela restauração da ponte ainda em 2020, logo após o incêndio, através de ofício n.º 252/2020. No documento, o parlamentar destacava a importância do “genuíno cartão postal”, do seu “interesse cultural, histórico e tecnológico”, e que se trata de um “polo turístico para os moradores e frequentadores da região, presentes desde 1920”. O deputado também ressaltou que a construção é tombada pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo (Condephaat) e pelo Conselho Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico do Paraná (Cepha).

Madalena reiterou seu pedido nos anos seguintes por meio dos ofícios de n° 522/2021, 007/2022, 371/2022, 109/2023 e 428/2023 (Leia os documentos na íntegra no link ao final da matéria), além de promover diversas reuniões, ações e deliberações para garantir a restauração da ponte. “É um cartão postal com potencial para fortalecer ainda mais o turismo que gera emprego e renda para a nossa população”, afirma Ricardo Madalena, que acompanhou de perto o andamento da obra.

A cerimônia de reinuaguração da ponte pênsil de Chavantes contará com a presença do Deputado Ricardo Madalena, do Superintendente do DER, Sérgio Codelo, do prefeito de Chavantes, Márcio Burguinha, do Prefeito de Ribeirão Claro, João Carlos Bonato, autoridades regionais e locais, entre outros convidados.

História da Ponte

Em 1920, a Ponte Alves de Lima foi construída para conectar as cidades de Chavantes-SP e Ribeirão Claro-PR, ambas às margens do Rio Paranapanema. Ela foi designada como patrimônio histórico tanto pelo Paraná quanto pelo estado de São Paulo. A ponte pênsil também é um ícone da Revolução Constitucionalista de 1932, quando foi palco de sangrentas e históricas batalhas.

Com 149 metros de comprimento e um vão suspenso de 82 metros, a ponte era exclusiva para pedestres já havia alguns anos. Em 1985, o Governo do Estado de São Paulo a reconheceu como bem cultural de interesse histórico e tecnológico. O Conselho Estadual do Patrimônio Histórico do Paraná fez o mesmo em 2001.

O incêndio

Em 2020, um incêndio danificou grande parte da ponte pênsil centenária que atravessa o Rio Paranapanema, conectando os estados de São Paulo e Paraná. O incidente ocorreu durante a madrugada de um sábado, em 7 de novembro daquele ano. Segundo as investigações, o incêndio foi criminoso, provocado intencionalmente.

 

 

 

Marquinhos fortalece UMMES com parcerias

VER NOTÍCIA

Secretaria de Meio Ambiente realiza mutirão de limpeza em avenida do Jardim São João

VER NOTÍCIA

Santa Cruz lança projeto “Todas In Rede” com presença de Secretário de Estado

VER NOTÍCIA